Personagens: Quem é quem em “Acima dos Deuses”

por | 01/01/17 | Ohmtar

Saudações, Aventureiros! E FELIZ 2017!

Desde o lançamento do romance Acima dos Deuses, muitos amigos e leitores vieram até mim pedindo uma breve lista dos personagens principais, com alguma referência de imagem que pudesse facilitar a visualização de cada um deles de maneira relativamente célere. Mesmo que os personagens sejam bem descritos e a leitura seja fluida, todos nós, nativos do mundo rpgístico, gostamos de referências visuais e obviamente não poderíamos deixar de tê-las.

Abaixo, trago uma relação dos principais personagens de Acima dos Deuses — muitos já conhecidos de quem desbravou os Mundos de Ohmtar — para ajudar o pessoal. Essa mesma lista também estará contida na página do livro, aqui mesmo no site, para que o acesso fique facilitado.

Gënnlarioneth, o Arcanista

Alto-elfo (eladrin), Mago

O eladrin Gënnlarioneth (guen-lá-rio-nef) há muito veio de Kalidron, no Mundo Lendário, para estudar os segredos do Mundo Material, tomando para si um pequeno casebre nos subúrbios rurais da metrópole de Angabar. Seus olhos totalmente azuis e longos cabelos loiros, mais do que incomuns nas terras de Agrippa, escondem muito mais segredos que uma pessoa comum seria capaz de imaginar. Ele só precisa, como os outros “Matadores de Dragões” — Logan, Ryltar, Kaleo e Mercúrio — se recordar disso.

Kaleo, Portador da Coragem

Humano, Ladino

O jovem Kaleo (ca-léo) foi o único sobrevivente ao ataque realizado por um bando de broncos (ou meio-orcs, como são às vezes chamados) quando ainda era uma criança. Viu seus pais serem mortos e seu irmão, capturado, certamente teve o mesmo destino brutal. Com a ajuda do bardo Ossian, retornou à sua cidade natal — Angabar, a Joia Esmeralda —, mas apenas nos subúrbios de Fazenda do Oeste conseguiu um pouco de esperança para tocar a vida. E assim o fez, por anos a fio, sem ter a mínima ideia de que sua determinação e coragem poderia ter origem em algo muito maior do que a simples vontade de sobreviver e ter um futuro com a menina que amava.

Logan, o Metamorfo

Metamorfo (shifter), Guerreiro

Desgarrado do Mundo Lendário e perdido ainda filhote no Mundo Material, o furioso lupino Logan (lô-gan) encontrou nos exércitos de Agrippa um lugar para chamar de seu. Mas não foi suficiente. Depois de anos lutando com ferocidade, algo o levou a abandonar seu passado de uma vez por todas para encontrar novos amigos nos limites da cidade de Angabar. Ou seriam esses “velhos amigos”? Estaria o destino sendo tão benevolente com ele, ou há algo de que ele não se lembra?

Mercúrio, Clérigo de Ohm

Humano, Clérigo do Deus Sol

Enquanto Ohm, o Deus Sol, brilha nos céus de Agrippa e de outros mundos do Multiverso, seus clérigos em “terra firme” fazem suas preces e lançam suas bênçãos sobre os mortais. Combatentes fervorosos da liberdade, da fé e da benevolência, eles são muito mais do que pastores que ajudam as ovelhas desgarradas a retornar ao rebanho — são verdadeiras forças do bem. Com Mercúrio não é diferente, mas há algo a mais sob os olhos cor de mel de Mercúrio. Uma força tão poderosa que poderia se dizer que o próprio Ohm brilharia dentro do sacerdote e agiria através de seu corpo. Um poder tão intenso que, se as trevas estivessem para voltar, poderia se tornar a arma definitiva contra a escuridão. Mas Mercúrio sabe disso?

Ryltar, o Grande Bruxo

Elfo-negro (drow), Bruxo

Traidor do seu próprio povo, Ryltar (ríl-tar) é a voz pessimista que tenta trazer seus aliados para o centro. Cabe a ele equilibrar a esperança super otimista de Gënnlarioneth e a “tola coragem exacerbada” de Kaleo, o que traz incontáveis atritos sempre que estão juntos. Mas seria a escuridão que Ryltar carrega dentro de si uma força de outro mundo que ele canaliza através de sua magia ou, mais do que isso, a resposta definitiva para a união dos “Matadores de Dragões” em torno de um objetivo comum? Como se, no passado, uma missão tivesse sido deixada incompleta e, agora, eles estariam tendo uma nova chance?

Ossian Murry, Menestrel dos Deuses

Lisso (meio-elfo), Bardo

O Grande Bardo, Menestrel dos Deuses, é mais do que o filho do Barão Murry da cidade litorânea de Therabar. Conhecido por ser uma das figuras mais importantes de Agrippa — se não, do Multiverso —, Ossian parece ser o único a saber o que está por trás da reunião dos “Matadores de Dragões” e de todos os outros grandes eventos de Ohmtar. Como se ele próprio tivesse à sua disposição o poderoso Códice dos Mundos, onde o passado, o presente e o futuro de Ohmtar são incansavelmente escritos. Não… Mais do que isso… É como se ele fosse o único a saber que, talvez, a própria história de Ohmtar tenha sido reescrita.

Faladriel, Deusa dos Aventureiros

Lissa (meio-elfa), Guerreira, Deusa dos Aventureiros

Em algum momento do passado, Ohmtar teve uma Deusa dos Aventureiros. A poderosa Faladriel era louvada e adorada pelos mortais e brandiu sua poderosa arma, a Lâmina das Estrelas, mais de uma vez contra as forças do caos e das trevas. Agora, Faladriel vaga entre os mundos tentando buscar uma forma de voltar. Um retorno que, dado o avanço dos planos de Iwak, o Deus dos Elfos, mais do que urge. Mas, mesmo que ela retorne, ela estará preparada?

Verna Mapeira

Halfling, Ladina

Verna é a cria mais nova de uma família de mapeiros halflings. Por muitos anos, se aventurou ao lado de  Faladriel, a Deusa dos Aventureiros, e de sua amiga Lórien, uma maga de sangue élfico. Elas atravessaram os mundos enquanto Verna, sempre de posse de seu livro de mapas e registros, acumulava tesouros e conhecimentos para, quem sabe um dia, ser capaz de realizar seu sonho de ter uma guilda só dela. O problema de Verna é que, assim como Lórien, ela está morta. Não que permanecer no Paraíso seja parte dos seus planos…

Lórien, a Maga

Elfa, Maga

Lórien é uma poderosa arcanista élfica. Acompanhou Verna e Faladriel em suas aventuras por muitos anos, tendo depois de prosseguir apenas com a halfling quando a Deusa dos Aventureiros teve de partir. Ela tenta trazer um pouco de serenidade à halfling Verna, mas ela sabe que em breve o Paraíso deixará de ser um refúgio para suas almas. Verna está pronta para vontar ao mundo dos vivos e Lórien certamente estará ao seu lado quando isso acontecer. O que esperará por elas, porém, pode ser muito mais difícil do que qualquer coisa que elas já tiveram de confrontar em seus anos de aventuras.

Iwak, o Deus dos Elfos

Elfo, Patrulheiro (ranger), Deus dos Elfos

As forças goblinoides do Mundo Lendário, lideradas por Hang Aknar, avançam em direção às florestas de Agrippa. Os humanos parecem não dar atenção à ameaça, mas Iwak (i-vák), Deus dos Elfos e Guardião de Agrippa, não se dará por satisfeito. Nem que, para isso, ele tenha de eliminar os humanos que estiverem em seu caminho para avançar com a sua missão… Bem, ao menos é o que pensa Andaluriel, a Rainha dos Elfos de Niendaliannel. Será essa, entretanto, a verdadeira motivação de Iwak? Ou ele quer mais, algo de maior impacto, capaz de colocar o equilíbrio de todo o Multiverso em risco? Algo que só Faladriel sabe?

Kranitar, Senhora dos Segredos

Extra-planar (sombra), Deusa dos Segredos e da Escuridão

Senhora dos Segredos e Guardiã do Submundo, Kranitar tem uma origem sinistra e desconhecida. Enquanto ela surge como uma guia dura para Faladriel em sua jornada, ela parece apenas ocupar uma posição de liderança no Submundo que não é dela. Há algo mais por trás da existência de Kranitar, algo que apenas a Grande Noite e as trevas do Oitavo Mundo seriam capazes de responder caso, em algum momento, a escuridão retornasse a Ohmtar.

Lorde Glaehdre, o Duelista

Humano, Duelista

Lorde Glaehdre (gla-é-dre) é o líder da Guilda dos Duelistas de Angabar, subordinados diretamente à poderosa Rainha Victoria di’Metz. Leal e benevolente, Glaehdre é uma das figuras mais importantes e imponentes de Angabar. Montado em seu grifo Miphyros, ele patrulha o reino de Groenvast e é responsável por conduzir as missões mais difíceis — e, muitas vezes, mais “sujas” — pelo bem do reino e da própria rainha. Quando um grupo de aventureiros é reunidos por Tebus, clérigo do Deus da Justiça Saint Londahar e membro do Clube dos Ordinários, a presença de Glaehdre se torna praticamente obrigatória, dada a natureza da missão.

Berathio, Filho do Dragão

Humano, Feiticeiro

Filho de um dos mais poderosos dragões do Mundo Primordial, Berathio é dono uma incrível vontade de fazer o bem e de poderes mágicos praticamente inigualáveis, limitados apenas por seu temperamento difícil e sua arrogância. Junto de Glaehdre, Baldur e Órin, foi um dos responsáveis pela derrota de Orcus, o Príncipe dos Demônios, anos atrás. Feito para ele suficiente para se considerar uma figura digna de respeito, autonomia e autoridade diante de qualquer indivíduo a caminhar por Agrippa.

Baldur e Órin, Irmãos de Rumnaheinn

Baldur: Anão, Clérigo de Ohm. Órin: Anão, Guerreiro

Os irmãos Baldur e Órin são indivíduos poderosos e carismáticos, típicos heróis anões, mas que há tanto tempo habitam o mundo de Agrippa que pouca dificuldade tem em viver entre os humanos. O grisalho Baldur é muito mais velho que Órin; dono de uma incrível sabedoria, tomou Ohm, o Deus Sol, como sua divindade patrona. Órin, um soldado reformado de Rumnaheinn, é bem-humorado e emotivo, mas sem sombra de dúvidas um combatente experiente e valoroso. Acompanhados por Lorde Glaehdre e pelo Feiticeiro-Dragão, o humano de sangue dracônico chamado Berathio, os anões cruzaram as várias dimensões do Multiverso, lutaram contra as ameaças mais diversas e poderosas que se conhece e ainda por cima, confrontaram o emissário absoluto das forças das trevas: o demônio Orcus que agora, graças a eles, jaz aprisionado em algum lugar nas profundezas do Inferno, sendo devorado por seus inimigos como ele mesmo fizera com as almas de tantos indivíduos durante seu pseudo-reinado infernal.

Victoria di'Metz, Rainha de Angabar

Humana, Nobre (Rainha)

Sua Majestade Rainha Victoria Claudia Margareth da Casa Maior dos Herdeiros da Família Metz é tida como a mulher mais poderosa de todo o mundo de Agrippa. Groenvast é o maior reino do Mundo Material, o que detém a maior população, o maior exército, os mais poderosos cavaleiros e magos de guerra, os conselheiros mais experientes e o mais vasto acervo de relíquias, artefatos e conhecimentos antigos ou ocultos. A Rainha (ou a Senhora Rainha, como muitos membros da nobreza se referem), uma humana de pouco mais de quarenta anos, corpo esbelto, cabelos ruivos e olhos verdes luminosos, conduz o Reino com viço e determinação. Mesmo sendo bajulada por uma horda de vassalos, serviçais e conselheiros, Victoria di’Metz demonstra grande sabedoria, sempre disposta a tomar as decisões que julgar corretas e que tenham resultados pelos quais ela seja capaz de responder.

Ragnar, o Lâmina Arcana

Humano, Lâmina Arcana

Um dos mais promissores soldados da Guarda de Angabar, Ragnar demonstrou incríveis habilidades marciais associadas à forças arcanas que, infelizmente, ele nunca pôde controlar com precisão. Depois de matar seu próprio pai num incêndio, Ragnar foi afastado de suas funções, preso e, por fim, expulso de Angabar. Sua jornada em busca de respostas sobre seus poderes está apenas começando e algo poderoso demais para ser ignorado parece compeli-lo a ir sempre além. Um chamado irrecusável para uma caminhada que está apenas se iniciando.

Quando o mago Gënnlarioneth recebe um chamado enviado pelo Clube dos Ordinários, não tem ideia do caminho que ele e seus aliados terão de enfrentar e dos desafios que terão de superar daquele momento em diante. Certamente, um caminho sem volta. Ou seria, na verdade, um retorno às origens?

Quando Lorde Glaehdre, líder da Guilda dos Duelistas, se une a velhos companheiros para descobrir os segredos por trás da existência dos míticos Agentes do Destino, ele não tem a mínima noção do que se esconde por trás das trevas que despontam no horizonte. Ou mesmo se, juntos, serão capazes de assumir o manto dos heróis que eles próprios foram um dia.

Quando Faladriel, outrora Deusa dos Aventureiros, desperta de um longo e profundo sono, descobre que ainda há muito o que fazer para provar o seu valor para o Mestre de Ohmtar. E, com a desagradável ajuda da Senhora dos Segredos, ela fará o possível para dar um fim à guerra iniciada por um antigo aliado e, hoje, seu maior inimigo. Ainda que só tenha uma chance.

Mergulhe nesta aventura épica e caminhe lado a lado de heróis e vilões, deuses e mortais, nobres e plebeus, desbravando um cenário fantástico que tem como maior ameaça a vontade do seu próprio Criador. Aquele que está acima de nós. Acima dos Mundos.

Acima dos Deuses.

Garanta já o seu exemplar autografado AQUI!

Comments

comments